Por Diego Nascimento

Tic Tac Tic Tac Tic Tac … é isso mesmo: o relógio está girando. Já faz anos que a humanidade está presa a dispositivos que marcam hora para tudo na vida. Podem ser de areia, sol, à corda, pilha, digital ou analógico. Não tem jeito: o tempo não para.

O que mais intriga é que vejo pessoas desperdiçando esse recurso precioso. Por falta de foco, determinação e boa vontade é natural que grandes oportunidades desapareçam em questão de segundos. Agora me responda: por que existem profissionais que insistem em “deixar para depois”? Afirmações do tipo são responsáveis por acúmulo de e-mails, papéis sobre a mesa, insatisfação de colegas de trabalho, perda de clientes, demora nas decisões, instabilidade emocional e até desemprego. Mas se engana quem acha que o “deixar para depois” atrapalha apenas a Carreira. Até questões pessoais exigem uma ATITUDE rápida, prudente e honesta. (Tenho certeza que acabou de lembrar de algo, não é mesmo?)

Confesso a quem está lendo AGORA esse texto que já deixei muita coisa para depois. Arrependi amargamente. Se tivéssemos a chance de converter a perda de tempo em rendimento na poupança creio que todas as pessoas, sem exceção, teriam um saldo positivo (risos…). Mas tenho uma boa notícia: somos humanos e nunca conseguiremos cronometrar, por mais regrados que sejamos, todas as nossas ações diárias. Jogar tempo fora em alguns casos, com prudência e limites, faz bem à saúde física e mental.

Encerro esse raciocínio com a seguinte dica: invista tempo no que é bom. Encare sua vida e trabalho com responsabilidade. O deixar para depois poderá resultar em consequências seríssimas e incuráveis. Recorro ao grande livro de Eclesiastes que, no capítulo 3, diz: Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu.”

Até a próxima.

2 Responses

Leave a Reply

Your email address will not be published.