:::: MENU ::::

Transparência nunca é demais

Por Diego Nascimento

Quando iniciei minha carreira profissional tive a chance de coordenar o processo de recrutamento de estagiários para atividades administrativas. Certa vez uma jovem de 18 anos se candidatou para uma das vagas e foi selecionada nos testes de admissão. Ela demonstrou pró-atividade, empenho e muita disposição. Dias depois algo intrigante aconteceu: aquela jovem não retornou ao escritório e nem mesmo justificou sua ausência. Na perspectiva da Gestão de Pessoas iniciamos uma busca para saber o paradeiro da moça: pensamos que algo muito sério havia acontecido. Após alguns dias conseguimos falar com ela e, para nosso espanto, a estagiária simplesmente disse que não sentiu mais vontade de atuar conosco e estava prestes a iniciar outra atividade. A empresa seguiu todos os protocolos legais desde a publicação do edital de estágio até o momento de formalização e ambientação da moça. Por outro lado, a jovem “jogou pela janela” uma oportunidade ímpar de aprendizado e deixou uma mancha no histórico dela. Casos assim podem ocorrer em nosso dia a dia, Brasil afora. É lamentável como algumas pessoas não valorizam o estágio e, de forma mais agravante, não oferecem retorno à empresa seja para dizer sim, não ou muito obrigado. Já fui estagiário e digo: ingredientes importantes para minha vida profissional foram adquiridos durante essa memorável fase da minha jornada. Espero que aquela jovem tenha refletido sobre a atitude imatura e tenha revisto seus conceitos sobre responsabilidade. Termino a reflexão de hoje com a seguinte dica: transparência nunca é demais. Crie oportunidades ao invés de deixar manchas profundas em sua carreira. 


So, what do you think ?