:::: MENU ::::

Roupas e o mundo empresarial

Por Diego Nascimento

Certa vez o compositor Noel Rosa, em uma de suas canções, perguntou: “Com que roupa, eu vou? Pro samba que você me convidou.” É provável que essa pergunta também seja realidade em sua vida. No mundo do empresarial, o limite e o equilíbrio no uso de determinadas roupas deve ser criterioso.

Talvez seu guarda-roupas esteja atualizado com as tendências da moda, porém, esta ou aquelavestimenta não seja ideal para as atividades em seu ambiente de trabalho. Muitas empresas preparam uniformes para seus funcionários, outras decidem pela não-padronização das roupas, e são nessas situações que você pode FAZER A DIFERENÇA!

Veja algumas dicas:

  1. Use a prudência. Há limites para nossas atitudes;
  2. Faça do Bom Senso seu companheiro diário;
  3. Camisetas comemorativas, regata, mini blusas e outras peças têm hora certa para seu uso, o que não inclui o ambiente de trabalho;
  4. Pergunte! Em caso de dúvidas na hora de vestir fale com alguém que atue na área.

De acordo com a Professora Lucimar Rodrigues, em artigo publicado em maio/2010, Para compreender a relevância do guarda-roupa na vida de um profissional bem-sucedido, é preciso rever conceitos e estar disposto a deixar de lado clichês estéticos”. O Marketing Pessoal é um pacote que inclui itens que vão da fala à vestimenta. Invista em sua carreira! Trabalhe fazendo a diferença!

Até o próximo artigo.

Pense: Prudência. Bom senso. Limite. Diferença.


So, what do you think ?