:::: MENU ::::

Inovação nunca é demais

Por Diego Nascimento

Observação é algo que pratico sempre. Ao visitar alguns estabelecimentos comerciais tento identificar quais atividades ainda têm características do passado e não do futuro.

Um amigo compartilhou a dificuldade em distribuir as tarefas para sua equipe no escritório. Ele confidenciou que as anotações em papel já não eram confiáveis: além de tumultuar as mesas com pilhas e pilhas de cadernos, o risco de extravio era constante. Foi aí que surgiu uma grande ideia.

A internet tem seu lado positivo. Foi nesse raciocínio que meu amigo conseguiu uma lista de programas de computador que muito mais que guardar os registros de agenda, reuniões e processos, enviavam alertas dos compromissos por e-mail e agilizavam praticamente tudo. Os dados ficariam armazenados “em nuvem” ou seja: mesmo com uma falha no tablet, celular ou computador o funcionário conseguiria acessar as informações de qualquer outra máquina, em qualquer parte do mundo.

O ritmo do mercado exige que sejamos ágeis no atendimento aos clientes. Isso faz com que procedimentos à moda antiga sigam um novo ritmo de trabalho. Em muitos deles a informática é necessária e, em outros, a criatividade pode ser muito mais importante.

Certa vez visitei um comércio onde o proprietário registrava todo o livro caixa em um velho caderno de anotações. Imediatamente me perguntei: “E se o caderno desaparece ou sofre algum acidente onde os registros são apagados?” 

Quando falo sobre esse tema esclareço que não questiono a qualidade do produto e da prestação de serviços mas a maneira como realizamos a atividade. Se você conhece alguém que, independente da profissão, pode dar um passo à frente no jeito de fazer as coisas sugiro que dê dicas e explique que inovação nunca é demais! 

Quer compartilhar experiências? Esteja a vontade. Estou pronto para ouvir! 


So, what do you think ?